Plantas venenosas para cachorros e gatos: saiba quais são

Você sabia que existem plantas venenosas para cachorros e gatos? Muitas dessas plantas são comuns de ter dentro de casa como item decorativo, o que os tutores não imaginam é que elas são muito perigosas para os pets. 

Quando ingeridas ou em contato com a pele, elas podem causar desde irritação local e desconforto gastrointestinal até problemas mais graves, levando à desidratação do animal.

Por isso, é fundamental saber quais são as plantas venenosas para animais de estimação para mantê-las longe do pet e, assim, garantir sua segurança. Continue a leitura e confira uma lista completa!

Quais são as plantas venenosas para cachorros e gatos?

As plantas são elementos cruciais para trazer beleza e frescor aos nossos lares, mas é importante lembrar que nem todas são seguras para os pets. Agora é a hora de saber quais são elas!

1- Bico-de-papagaio (Euphorbia pulcherrima)

Essa planta é conhecida por suas flores vermelhas e brilhantes, sendo muito utilizada em decorações natalinas. No entanto, ela tem uma seiva leitosa que pode causar ferimentos na pele do animal, além de quadros de conjuntivite e inchaço. Se for ingerida, a bico-de-papagaio pode ocasionar diarreia, vômito e até gastroenterite. 

2- Costela-de-Adão (Monstera deliciosa) 

Conhecida por suas folhas grandes e exuberantes, a Costela-de-Adão é uma planta que precisa ser mantida longe dos pets. Isso porque ela possui substâncias tóxicas, incluindo cristais de oxalato de cálcio, que podem causar irritação na boca, vômitos, diarreia e lesões nas córneas.

3- Jiboia (Scindapsus aureus)

A jiboia é uma planta ornamental muito popular em apartamentos e demais ambientes fechados. O que nem todo mundo sabe é que, assim como a Costela-de-Adão, suas folhas contêm substâncias tóxicas que podem fazer muito mal para cães e gatos. 

4- Comigo-ninguém-pode (Dieffenbachia spp.)

A comigo-ninguém-pode é bastante comum nos lares brasileiros, tendo a fama de afastar mau-olhado. No entanto, é uma planta que requer cuidado, já que é tóxica para animais de estimação. Ela pode causar sintomas como irritação, inchaço das mucosas e até asfixia. 

5- Lírio da paz (Spathiphylum wallisii)

Quem vê a beleza do lírio, nem imagina o quanto a planta pode ser tóxica para cachorros e gatos. Sua ingestão pode gerar irritação na boca e nos olhos, dificuldade para engolir e, em casos mais graves, até um quadro de insuficiência renal aguda. 

6- Copo-de-leite (Zantedeschia aeothiopica)

A planta copo-de-leite é conhecida por suas flores brancas e folhas grandes e verdes. Ela contém cristais de oxalato de cálcio, cuja ingestão causa salivação, vômitos, irritação na face, paralisia da língua e asfixia, podendo levar ao óbito do animal.

7- Azaleia (Rhododendron spp.)

A Azaleia também integra o ranking das plantas venenosas para cachorros e gatos. Por trás de suas flores coloridas e vibrantes, existem toxinas que podem causar vômitos, tremores, convulsões, diarreia, entre outros sintomas. 

8- Espada-de-São-Jorge (Sansevieria trifasciata)

Com a fama de trazer prosperidade, a Espada-de-São-Jorge é muito comum nas casas e apartamentos das pessoas. No entanto, precisa ser mantida fora do alcance dos pets, por conter substâncias tóxicas que causam salivação extrema, dificuldade respiratória e problemas motores.

9- Espirradeira (Nerium oleander)

Originária da bacia do Mediterrâneo, a espirradeira é uma planta comum nas cores branca, rosa e vermelha. Ela é tóxica tanto para pessoas, quanto para animais de estimação, por apresentar substâncias como a oleandrina e a neriantina. Se ingerida, a espirradeira pode provocar vômitos, diarreia, dor de cabeça e levar à parada cardíaca. 

10- Coroa-de-Cristo (Euphorbia milii)

A Coroa-de-Cristo é conhecida por ser uma planta tóxica para animais de estimação. Trata-se de um arbusto espinhoso que, em contato com o pet, pode causar um quadro inflamatório, com inchaço, dor e vermelhidão. 

11- Mamona (Ricinus communis)

Comumente encontrada em jardins e calçadas, a mamona possui uma substância tóxica chamada ricina em suas folhas e sementes. Ela é venenosa para humanos e animais, podendo levar à morte. Entre os sintomas mais comuns estão cólicas abdominais, desidratação, febre e sangramento nas fezes.

12- Hortênsia (Hydrangeia macrophylla)

A hortênsia é uma das plantas mais queridinhas dos brasileiros. No entanto, está na lista das plantas mais venenosas para gatos. Suas flores e folhas contêm substâncias tóxicas que podem gerar roxidão das mucosas, dor abdominal, convulsões, vômitos, letargia e até levar ao coma do pet.

O que fazer em caso de ingestão?

É importante ficar atento aos sinais de envenenamento em seu animal de estimação, caso ele tenha entrado em contato com alguma planta venenosa. 

Os sintomas podem variar dependendo da planta e da quantidade ingerida, mas aqui estão alguns sinais comuns: 

  • Vômitos e diarreia;
  • Salivação excessiva;
  • Dificuldade para engolir;
  • Irritação na boca, língua e lábios;
  • Dificuldade respiratória; 
  • Inchaço na face ou corpo; 
  • Fraqueza ou letargia; 
  • Convulsões. 

Caso você observe algum desses sintomas em seu animal de estimação, é importante agir de forma rápida. Leve-o ao veterinário imediatamente e, se possível, leve uma amostra da planta para auxiliar no diagnóstico. 

Como evitar a intoxicação por plantas?

Se você possui algumas dessas plantas venenosas para cachorros e gatos, precisa tomar alguns cuidados para evitar a ingestão e intoxicação dos pets.

  • Mantenha a planta fora de alcance dos animais; 
  • Borrife sprays repelentes para afastar os pets;
  • Considere o uso de barreiras físicas, como cercas ou grades, para evitar o acesso;
  • Faça enriquecimento ambiental para desviar a atenção sobre as plantas e oferecer outros entretenimentos (brinquedos interativos, mastigadores, etc.);
  • Tenha graminhas de trigo (disponíveis em pet shops, elas são perfeitas para atrair a atenção de pets que adoram comer plantas). 

Lembre-se sempre de fazer uma pesquisa sobre as plantas que você tem ou pretende ter em casa, certificando-se de que são seguras para animais de estimação. 

Dessa forma, você consegue saber quais medidas tomar para evitar envenenamentos e garantir o bem estar do seu amigo de quatro patas. 

Gostou deste conteúdo? Leia também este post sobre espaço pet em condomínios e saiba como funciona!

Cadastre-se
para receber
conteúdo
exclusivo

Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Ops! Captcha inválido, por favor verifique se o captcha está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.