Passo a passo de como tirar o Creci

Saber como tirar o Creci é um fator obrigatório para o corretor de imóveis, afinal, trabalhar dentro das leis é o primeiro passo para o sucesso profissional!

Você sabe como tirar Creci? Assim como em outras profissões, o registro profissional é indispensável para o corretor de imóveis. É uma forma para regulamentar o exercício da função no setor imobiliário e garantir a legalidade para atender as necessidades do cliente.

O registro Creci é obrigatório para os corretores e sem ele, não é possível registrar imóveis e realizar negociações de compra, venda e locação — portanto, é o primeiro passo para atuar no setor mobiliário dentro das leis e evitar diversas complicações.

Se você deseja saber mais sobre o assunto para trabalhar com regularidade e ter credibilidade no mercado, vamos ajudar! Continue a leitura deste post e saiba todos os passos sobre como tirar Creci e começar uma carreira de sucesso no setor imobiliário!

O que é o Creci?

Creci é a sigla para Conselho Regional de Corretores de Imóveis, que são órgãos estaduais do Cofeci – Conselho Federal dos Corretores de Imóveis. Trata-se de entidades que regulamentam a profissão, fiscalizando e controlando o exercício da função dos corretores.

Nesse sentido, o Creci é responsável por registrar e habilitar os corretores de cada estado, sendo obrigatório para o trabalho legalizado. Além disso, o Creci também atua em caráter fiscalizatório, aplicando penalidades em profissionais não credenciados.

Qual o objetivo do registro Creci?

O registro no Creci consiste no credenciamento do profissional no órgão, regularizando o ofício. Sendo assim, o objetivo é manter o padrão técnico e acadêmico dos profissionais do setor imobiliário, além de preservar os direitos dos clientes e o cumprimento das leis.

Em vista disso, o registro no Creci tem a finalidade de estabelecer parâmetros e diretrizes para o trabalho do corretor de imóveis. O que contribui para ter uma atuação legalizada e com toda a liberdade para mediar as negociações no mercado imobiliário.

Como tirar o Creci?

Você viu até agora, que o registro profissional é indispensável para todo o corretor de imóveis. Por isso, saber como tirar Creci deve ser uma prioridade para exercer a profissão da maneira correta, além de ser decisivo para a credibilidade.

Para ajudar nesse importante assunto, veja a seguir como tirar Creci!

1. Faça o curso para corretor

O primeiro passo para ter o Creci é realizar a capacitação técnica, ou seja, o curso de corretor de imóveis em uma instituição reconhecida pelo Creci/Cofeci. A formação é obrigatória, pois o diploma é um dos itens da documentação exigida para solicitar seu registro.

2. Realize o estágio profissional

Após se formar no curso para corretores de imóveis em uma instituição credenciada, é preciso fazer o estágio supervisionado obrigatório em uma imobiliária. Quando você cumprir a carga horária estabelecida pelo seu curdo, terá todos os requisitos para dar início a sua solicitação de registro.

3. Procure um posto Creci

Por fim, quando estiver com a formação e cumprido o estágio obrigatório, procure uma unidade do Creci na sua região para formalizar sua solicitação. Essa parte é burocrática e você precisa ter todos os documentos e se inteirar do processo considerado a regional do seu estado.

Imagem ilustrativa de documentação (carteira nacional de habilitação - CNH) para tirar o creci.

Geralmente, para dar início ao processo é necessário ter os seguintes documentos:

  • Documento de identidade;
  • CPF;
  • Certidão de nascimento ou casamento;
  • Histórico escolar;
  • Documento do estágio assinado;
  • Certificado de dispensa militar;
  • Comprovante de residência;
  • Comprovante da conclusão do ensino médio;
  • Foto 3×4;
  • Diploma da capacitação em corretor de imóveis.

Entretanto, é importante salientar que as documentações podem variar de acordo com cada estado e regional Creci. Por esse motivo, antes de iniciar o processo procure o posto mais próximo da sua casa e entenda como cumprir com as exigências para evitar atrasos e transtornos.

Além disso, também é importante analisar os custos do processo e os valores das anuidades com antecedência. Dessa forma, você pode se preparar melhor e organizar as finanças para arcar com os compromissos em dia e manter o seu registro ativo.

O trabalho legalizado é essencial!

O mercado imobiliário é reconhecido por movimentar negociações expressivas e com valores consideráveis. Nesse contexto, ter o registro profissional é muito importante para conduzir negócios de acordo com as leis e gerar confiabilidade junto ao cliente.

Contudo, é a base para o exercício profissional ético e íntegro, fator crucial para o sucesso da imobiliária e do profissional. Afinal, é a oportunidade de demonstrar seriedade e que o profissional não se preocupa apenas em negociar — mas também em garantir os direitos do cliente e oferecer uma boa experiência de compra.

Como você pode notar, saber como tirar Creci é imprescindível para começar a carreira da forma correta e ganhar a confiança nos clientes. Portanto, antes de tudo procure regularizar a sua profissão e ter total condições de atender todo tipo de cliente e situação.

Gostou do post? Agora que você sabe como tirar Creci, não perca tempo e leia agora mesmo qual a anatomia da imobiliária de sucesso! Continue aperfeiçoando seus conhecimentos para alcançar excelentes resultados no setor imobiliário!

Cadastre-se
para receber
conteúdo
exclusivo

Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Ops! Captcha inválido, por favor verifique se o captcha está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.