fbpx
pagamento-de-dívidas - mulher fazendo calculos

Como fazer o pagamento de dívidas para renovar o contrato de aluguel?

Ter dívidas pendentes tem vários impactos no planejamento financeiro e também em sonhos futuros. Afinal, esses débitos acumulados podem te impedir de concretizar seus planos, como comprar algo que você deseja.

Isso não é diferente com dívidas relacionadas ao seu aluguel. Ter pagamentos pendentes pode não apenas gerar dores de cabeça com a imobiliária, como ser um empecilho para renovar o contrato de aluguel.

Quer saber como fazer o pagamento de dívidas de maneira assertiva e, assim, poder renovar o seu contrato sem problemas? Então continue acompanhando!

Por que fazer o acerto das dívidas antes de renovar o contrato de aluguel?

Ter dívidas relacionadas ao seu aluguel pode se tornar uma bola de neve impagável.

Com apenas algumas provas, o proprietário do imóvel pode recorrer à Justiça para pedir o valor devido, e tanto o inquilino como o fiador podem ter bens apreendidos e contas bancárias bloqueadas, além do nome negativado.

Por isso, é sempre importante dialogar e estar aberto a negociações para evitar que o caso chegue a esse ponto. E, claro, é fundamental se planejar financeiramente para realizar o pagamento de dívidas pendentes.

Como fazer o pagamento de dívidas antes de fazer um novo contrato de aluguel?

Agora que você já entendeu a importância de pagar suas dívidas, deve estar se perguntando por onde começar.

Por isso, separamos algumas dicas essenciais para que você realize a quitação dos seus débitos antes de fazer um novo contrato. Confira.

Crie metas para pagar suas dívidas

Um dos seus grandes objetivos para o ano de 2021 pode ser realizar o pagamento de todas as suas dívidas até o fim do ano, por exemplo.

Com essa meta, você pode começar a se organizar e criar estratégias em cima do seu planejamento financeiro. Lembre-se de quebrar esse grande objetivo em metas mensais e menores, para que você dê um passo de cada vez e para que fique mais fácil acabar com suas dívidas.

Estabeleça prioridades

Ao realizar o seu planejamento de pagamento de dívidas, é importante entender quais devem ser pagas primeiro.

Você possui outras dívidas? Quais são as de maior valor? Lembre-se de que aluguel é uma despesa essencial, assim como outros serviços de extrema importância, como luz e água.

No caso, as dívidas que possuem juros maiores devem ser as primeiras a ser quitadas. Afinal, elas estão te levando a ficar ainda mais endividado.

Inclua no seu planejamento todas as suas dívidas e dê prioridade para as citadas acima. Quando uma escala de prioridades é estabelecida, você consegue ver claramente onde atuar primeiro.

Corte os gastos desnecessários

Outra maneira efetiva de fazer o pagamento das suas dívidas é agir no corte de gastos desnecessários, pois isso vai dar mais espaço para o orçamento da sua quitação.

Fique atento às despesas que não fazem sentido e que podem passar despercebidas, como mensalidades de pacotes de TV, celular por assinatura, tarifas bancárias, planos de serviços que não são totalmente aproveitados, entre outros.

Outras ações podem ser consideradas, de acordo com o tamanho do débito, como se mudar para um imóvel mais barato ou vender o carro, por exemplo.

Negocie com os credores

Essa é uma dica muito importante para quem quer se livrar das dívidas, mas é preciso realizar essa etapa com sabedoria e planejamento.

Portanto, antes de fazer sua negociação, reveja seu orçamento e tenha em mente o quanto você pode pagar para quitar suas dívidas, sem comprometer sua renda. Afinal, é importante sair do vermelho, mas sem abrir mão de custos fundamentais, como alimentação, moradia e outros.

Defina o valor ideal a ser pago por mês e se os pagamentos serão à vista ou parcelados.

Lembrando que com pagamentos à vista você tem mais chances de conseguir desconto, enquanto com os parcelados você corre o risco de eles não serem concedidos pela empresa. Vale sempre a pena conversar e buscar a melhor opção dentro da sua realidade.

Reformule os seus gastos mensais

Uma boa maneira de se reformular os gastos mensais é utilizando a técnica 70/30. Com ela, é possível fazer uma reserva e ter maior organização do seu orçamento.

Ela consiste em destinar 70% do seu salário a colocar as coisas em ordem. A distribuição dessa quantia seria mais ou menos assim:

  • 55% destinados a despesas essenciais, como contas de água, luz e internet;
  • 10% destinados a previdência privada, que poderá te garantir uma aposentadoria no futuro;
  • 5% destinados a despesas com educação, que vão te ajudar a se tornar um profissional mais qualificado e preparado.

Já os 30% restantes são reservados para o seu futuro e a distribuição é a seguinte:

  • 20% para suas metas pessoais, que você deseja alcançar em um período de curto, médio e longo prazo;
  • 10% para gastos livres

É claro que essa fórmula não é escrita em pedra. Cada realidade é diferente e, por isso, essa distribuição pode ser alterada de acordo com cada orçamento, dependendo da sua necessidade.

Porém, é importante tentar utilizar uma estratégia próxima da apresentada acima para reconquistar sua saúde financeira e se planejar para o futuro ao mesmo tempo.

Eduque-se financeiramente

A educação financeira é, sem sombra de dúvidas, um dos melhores conhecimentos que você pode ter. E a boa notícia é que as informações sobre esse tópico estão cada vez mais acessíveis e amplas.

Quem se educa financeiramente se mune de informação e aprende sobre como poupar, quais métodos são mais eficientes para o pagamento de suas próprias dívidas e até como otimizar o seu padrão de vida por meio de investimentos.

Caso você não tenha condições de fazer um curso, pode acessar milhares de vídeos e conteúdos em blogs e canais do YouTube que contemplam esse tema.

Conte com uma ferramenta especializada

Também é possível contar com uma ferramenta especializada para te ajudar no seu planejamento e também na quitação de dívidas de forma eficaz e prática para renovar seu contrato de aluguel!

Com a FicaAzul, da CredPago, você pode resolver suas pendências nas imobiliárias e parcelar suas dívidas em até 12X no cartão de crédito. Para isso, basta procurar uma imobiliária cadastrada e solicitar a negociação na FicaAzul.

Percebeu como é importante fazer o pagamento de dívidas antes de fazer um novo contrato de aluguel? Conheça a FicaAzul e saiba como quitar suas dívidas de maneira eficaz.

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.