3 modelos de pesquisa de satisfação para a sua imobiliária

Ouvir o seu cliente é essencial para o seu negócio. Conheça alguns modelos de pesquisa de satisfação para aplicar na sua imobiliária.

A utilização de um modelo de pesquisa de satisfação na imobiliária é uma excelente alternativa para criar um relacionamento próximo com o cliente – além de entender como foi a experiência com a negociação e assim, avaliar a qualidade dos atendimentos e serviços.

Nesse sentido, a pesquisa de satisfação é uma forma prática e inteligente para obter dados importantes sobre a performance da imobiliária no mercado. Uma ferramenta importante para identificar oportunidades de melhoria e elevar a fidelidade, fator importante para os resultados.

Se você deseja saber como melhorar o relacionamento com os clientes, vamos ajudar! Continue lendo este post e veja 3 modelos de pesquisa de satisfação para adotar na sua imobiliária e contribuir para melhorar pontos específicos do atendimento e elevar a fidelização!

O que é a satisfação do cliente

O sucesso de um negócio depende de diversos fatores que vão desde a qualidade dos produtos e serviços, até as questões mercadológicas. Em vista desse fato, ter clientes satisfeitos é imprescindível e contribui diretamente para elevar as oportunidades e os resultados.

Sendo assim, a satisfação do cliente consiste no nível em que um negócio satisfaz as necessidades e expectativas do consumidor. Em outras palavras, é o nível de realização da pessoa em relação aos produtos ou serviços contratados junto a uma marca.

Quando se trata de uma imobiliária, a satisfação é um indicador relevante e que retrata a opinião do cliente sobre a negociação de compra ou locação. Por isso, tem potencial para influenciar no desempenho do negócio no mercado, principalmente em competitividade.  

A importância de medir a satisfação

A opinião do cliente é muito importante para todo negócio e em uma imobiliária não é diferente. No entanto, mesmo sendo uma informação extremamente útil para a melhoria contínua dos serviços e atendimentos, muitos gestores ainda deixam de realizar a pesquisa de satisfação.

Diante disso, realizar pesquisas para medir a satisfação do cliente é uma das estratégias mais eficazes para saber o que precisa ser melhorado. Com isso, os gestores direcionam as ações para buscar a excelência nos serviços e elevar a fidelização, o que é essencial para os resultados.

Além disso, o nível de exigência dos clientes evoluiu muito nos últimos anos e hoje em dia, oferecer uma experiência completa e enriquecedora é uma necessidade. Ao medir a satisfação, é possível ter clareza sobre os pontos de valor para o cliente e assim, lapidar todas as ações da jornada de compra.

Portanto, a pesquisa de satisfação é um instrumento importante para a melhoria dos atendimentos em uma imobiliária e agiliza a correção de falhas. Um aspecto relevante até mesmo para otimizar as ações de marketing e facilitar a captação de novos clientes.

Como medir o NPS

Segundo pesquisas, 77% dos clientes estão propensos a gastar mais em negócios que oferecem uma boa experiência de compra. Nesse sentido, o NPS – Net Promoter Score, é um indicador importante e que tem o objetivo de mensurar a satisfação do cliente qualitativa e quantitativamente.

Por meio de um conjunto de pesquisas e classificações, o NPS oferece dados reais sobre a satisfação dos clientes. Para isso, são classificados nas seguintes categorias:

  • clientes detratores: são aqueles que não ficaram satisfeitos com o atendimento e compra;
  • clientes passivos: são os clientes que compram e não tem reclamações, mas não voltam ou recomendam a empresa;
  • clientes promotores: são aqueles que estão totalmente satisfeitos.

Nesse contexto, o cálculo do NPS é muito simples e começa com a pesquisa e coleta de dados para classificar os clientes. Após isso, basta subtrair a porcentagem dos clientes promotores com os detratores para chegar ao valor do NPS e para ter dados relevantes, é preciso considerar boa parte da clientela.

4 modelo de pesquisa de satisfação

A pesquisa de satisfação é simples, objetiva e rápida, abordando temas específicos para entender a opinião de um cliente no pós-compra. Sendo assim, existem diferentes tipos de modelo que oferecem a mesma eficácia e podem ser personalizados de acordo com os objetivos da gestão.

Sendo assim, uma boa ideia para ter maior embasamento nas decisões é realizar o benchmarking imobiliário. Dessa forma, você pode analisar boas ideias e procedimentos adotados em outros negócios e criar um modelo ideal para aplicar na sua gestão.

Veja a seguir, alguns dos modelos de pesquisa de satisfação mais comuns no mercado!

1. Modelo Formal

O modelo formal é aquele que envia um pequeno texto e solicita um feedback do cliente sobre a experiência com a marca. Geralmente, esse modelo acompanha um pequeno questionário, que pode ser de múltipla escolha ou com respostas textuais.

Um exemplo desse modelo é o seguinte:

O quanto você está satisfeito com os nossos serviços?

  • ( ) Muito satisfeito
  • ( ) Satisfeito
  • ( ) Indiferente
  • ( ) Pouco satisfeito
  • ( ) Nada satisfeito

2. Modelo com emojis

Outro modelo intuitivo e muito utilizado por empresas e varejistas é a pesquisa de satisfaça o com o uso de emojis. Esse formato envia ao cliente algumas perguntas e para respondê-las, é preciso clicar nas carinhas, que remetem aos sentimentos de totalmente satisfeitos, indiferente, regular e totalmente insatisfeitos.

3. Escala de classificação

Outro modelo muito comum no mercado é a pesquisa de satisfação por meio de escalas de classificação. Nessa alternativa, é enviado ao cliente uma escala numerada, geralmente de 0 a 10, acompanhada por uma pergunta, assim, o cliente clica na opção de acordo com a experiência que teve.

Exemplo de modelos de pesquisa de satisfação

Algumas grandes marcas presentes no Brasil e no mundo utilizam sistemas de pesquisas de satisfação intuitivos e muito eficazes. São modelos modernos e que coletam dados sobre a satisfação de uma forma rápida e precisa, para compor um banco de dados que dão origem aos indicadores.

Veja algumas das abordagens utilizadas por grandes empresas!  

Nike

A Nike valoriza muito a satisfação do cliente, por isso, conta com um modelo de pesquisa de satisfação completo, que avalia desde o ponto de venda até a qualidade do produto. Sendo assim, são questionários que buscam entender a experiência no geral, inclusive, sobre a probabilidade de o cliente retornar e sugestões sobre o que pode ser melhorado.

Subway

Por atuar no segmento alimentício, a pesquisa de satisfação adotada pela Subway é abrangente e utiliza uma pergunta matricial para ter feedbacks do cliente. Nesse modelo, o cliente pode escolher avaliar serviços específicos ou selecionar uma classificação com base na experiência.

Algumas das perguntas utilizadas são:

  • Qual o grau de satisfação em relação a qualidade dos alimentos, tempo e atendimento?
  • Por que você não está satisfeito com o atendimento ao cliente?

A pesquisa de satisfação é um item indispensável para toda imobiliária que deseja atingir o sucesso e ter um bom volume de negociações. Assim como ter um sistema para imobiliária, realizar pesquisas é uma necessidade para acompanhar a evolução do mercado e manter a competitividade.

Podemos concluir, que o modelo de pesquisa de satisfação é um instrumento indispensável para entender a experiência do cliente e contribuir para o sucesso da imobiliária. Afinal, com ações exclusivas para promover a satisfação, as possibilidades de novos negócios e melhora nos resultados são elevadas.Gostou do post? Agora que você já viu os melhores modelos de pesquisa de satisfação para utilizar na sua gestão, o que acha de ler outro conteúdo relevante? Não perca tempo e veja agora mesmo qual a Anatomia de uma imobiliária de sucesso!

Cadastre-se
para receber
conteúdo
exclusivo

Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Ops! Captcha inválido, por favor verifique se o captcha está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.