Saiba como funciona o financiamento imobiliário

Como funciona o financiamento imobiliário

Entenda tudo sobre o financiamento imobiliário, como funciona e as possibilidades para realizar o seu sonho da casa própria!

Ter um imóvel é um sonho para muitos brasileiros, que buscam alcançar tranquilidade e autonomia para a família. No entanto, os altos valores sempre foram um obstáculo e, por isso, saber sobre como funciona o financiamento imobiliário é essencial.

Trata-se de uma das melhores alternativas para facilitar a compra da casa ou apartamento e, assim, sair do aluguel. Uma possibilidade que existe em diferentes tipos e que pode auxiliar a atingir os objetivos, tanto das imobiliárias quanto dos inquilinos.

Você se interessou pelo assunto? Neste artigo, vamos apresentar informações relevantes sobre o parcelamento do imóvel! Continue lendo e veja o que é o financiamento imobiliário, como funciona e tudo para facilitar a dar um grande passo na sua vida! Boa leitura!

O que é o financiamento imobiliário?

Os imóveis – seja casa, apartamento ou condomínios – normalmente têm valores expressivos, o que dificulta a compra à vista. Dessa forma, o financiamento se destaca como a principal alternativa para viabilizar a compra, dividindo o valor em parcelas.

Sendo assim, se o cliente não possui o valor total do imóvel, ele pode procurar uma instituição financeira para conseguir o crédito imobiliário. Nesse caso, a pessoa realiza o pagamento por parcelas mensais, em contratos que podem chegar a 35 anos.

Em outras palavras, o financiar um imóvel é um recurso para a compra de imóveis e pagamento parcelado a longo prazo. Sobretudo, com a incidência de taxas, condições e juros, mesmo que sejam considerados um dos mais baixos do mercado.

Como funciona o financiamento imobiliário?

De uma forma objetiva, o financiamento imobiliário funciona como um empréstimo, onde o cliente recorre a instituições para ter o valor necessário para o imóvel. Ao ter a aprovação e fechar o contrato, o imóvel fica ligado ao cliente, que paga as parcelas mensais.

Normalmente, o financiamento imobiliário concede o empréstimo de até 90% do valor do imóvel, seja ele novo, na planta, usado ou em construção. Com isso, é necessário realizar o pagamento de uma entrada para conseguir financiar e efetivar o contrato.

Diante disso, a instituição financeira paga ao vendedor do imóvel a quantia relacionada ao financiamento, e o cliente assume parcelas mensais em planos de até 35 anos. Durante o tempo de pagamento, o imóvel não pode ser negociado.

Para conseguir o financiamento imobiliário, é preciso passar por algumas etapas, que podem ser intermediadas pela imobiliária junto a uma instituição financeira. São processos comuns que avaliam o perfil do cliente e dados do imóvel que será financiado.

Veja a seguir quais são as etapas do financiamento imobiliário!

1- Escolha do imóvel

O primeiro passo é a escolha do imóvel, que tenha um valor compatível com o planejamento financeiro do cliente e a quantia destinada à entrada. Ao ter clareza do preço, será possível descontar a entrada e saber qual o montante a ser financiado.

2- Análise de crédito

Com a pesquisa do imóvel já encaminhada, o próximo passo é a análise de crédito, onde são enviados os dados do cliente à instituição financeira. Nesse momento, o banco avalia o perfil, renda e outras informações para conceder ou não o valor do financiamento.

3- Inspeção no imóvel

Após a aprovação do financiamento imobiliário e definição do plano de pagamento, o cliente define qual imóvel deseja comprar. Assim, a instituição envia um profissional para fazer a inspeção e avaliar se está de acordo com o valor de mercado, parte essencial para a negociação.

4- Questões jurídicas

Nessa etapa, o banco avalia todas as documentações do negócio, inclusive sobre a imobiliária que está intermediando a negociação. Durante a análise, novos documentos podem ser solicitados para a conclusão do processo e sequência da compra do imóvel.

5- Contrato e registro

Com todas as informações corretas e o processo concluído, é elaborado o contrato para a assinatura de todas as partes. Após isso, o cliente deve providenciar o registro de imóvel em um cartório, etapa que pode gerar custos com taxas de transferência e impostos.

Quando todas essas etapas do financiamento de imóveis estiverem concluídas, o imóvel é considerado próprio. A partir disso, a pessoa assume os pagamentos das parcelas mensais, conforme as características do contrato efetivado com a instituição.

Quais os tipos de financiamento imobiliário?

O financiamento imobiliário existe em diferentes tipos no mercado e conhecer sobre cada um é indispensável para fazer um bom investimento. Sobretudo, para saber qual a opção adequada para o perfil e, assim, otimizar o tempo para a comprar um imóvel.

Nesse sentido, cada modelo de financiamento tem características específicas, principalmente em relação à incidência de juros e o uso de benefícios. Por essa razão, deve ser um dos principais aspectos estudados durante o planejamento para ter a casa própria.

Saiba a seguir quais são os principais tipos de financiamento imobiliário e como funciona!

Sistema Financeiro de Habitação – SFH

Criado em 1964, o Sistema Financeiro de Habitação (SFH) é o tipo de financiamento habitacional mais antigo do país e a pessoa pode utilizar os recursos do FGTS e da poupança para a liberação. Essa modalidade é utilizada na maioria dos financiamentos imobiliários no Brasil.

As características do SFH são:

  • o valor do imóvel deve ser de até 1,5 milhão;
  • as parcelas não devem ultrapassar 30% da renda familiar;
  • taxa de juros máxima em 12%;
  • o imóvel deve constar no cartório de registro e ser residencial;
  • possibilidade do uso do FGTS no pagamento;
  • prazo para quitação de até 35 anos.

Sendo assim, o Sistema Financeiro Habitacional se tornou uma das formas mais fáceis para se obter a aprovação para a compra do imóvel, principalmente para pessoas e famílias que desejam adquirir a primeira casa ou apartamento.

Sistema Financeiro Imobiliário – SFI

Para situações em que o SFH não é aplicável, o governo criou em 1997 o SFI – Sistema Financeiro Imobiliário, com o intuito de flexibilizar as regras. Trata-se de uma modalidade muito utilizada para financiar imóveis de alto valor e também por investidores.

Nessa perspectiva, as principais características do SFI são as seguintes:

  • o valor do imóvel pode ser maior do de 1,5 milhão de reais;
  • permite financiar até 90% do imóvel;
  • taxa de juros variável;
  • é indicado para pessoa física ou jurídica;
  • a parcela não é limitada pelo percentual da renda;
  • tempo de contrato até 35 anos.

Sendo assim, o SFI é um modelo que permite financiar imóveis mais caros e também evita burocracias, pois existe a possibilidade de negociar com a instituição. Entretanto, é importante avaliar as condições detalhadamente para saber se é um modelo viável.

Programas Habitacionais

Para o financiamento de imóveis, ainda é possível contar com os programas do Governo, como o Casa Verde Amarela, modalidade que tem o objetivo de viabilizar a compra da primeira casa própria por famílias de baixa renda.

Nesse contexto, as famílias devem atender aos requisitos no programa e ter uma renda mensal de até 7 mil reais. Assim, são concedidos benefícios para facilitar o financiamento, como os juros reduzidos e subsídio habitacional.

Financiamento direto com a construtora

Outra alternativa muito comum no mercado imobiliário é o financiamento direto com a construtora ou incorporadora. Normalmente, essa opção é mais comum para imóveis novos, que estão na planta ou em fase construção para entrega futura.

Dessa forma, é possível realizar o financiamento e negociar diretamente com a empresa, além da possibilidade de utilizar os tipos citados anteriormente – utilizando o FGTS como parte do pagamento, contar com o SFI, SFH e Programas Habitacionais.

Como funciona o financiamento imobiliário

Como conseguir um financiamento imobiliário?

Como vimos até o momento, o financiamento imobiliário é um processo criterioso em que são avaliadas diversas informações. Por isso, é indispensável contar com um planejamento e se preparar para aumentar as chances de ter uma resposta positiva e evitar burocracias na imobiliária.

Sendo assim, entre algumas medidas que podem contribuir para obter um financiamento imobiliário com maior facilidade estão:

  • quitar suas dívidas;
  • fazer parte do cadastro positivo;
  • estudar todo o processo;
  • separar as documentações;
  • estudar sobre o mercado imobiliário;
  • movimentar sua conta bancária;
  • fazer simulação de financiamento;
  • considerar opções modernas e taxas justas;
  • sempre comparar os preços e condições;
  • abrir conta no banco que pretende realizar o financiamento.

Qual o score para o financiamento imobiliário?

O score também é um fator importante para conseguir o financiamento habitacional e faz toda a diferença na análise do perfil do cliente pelas instituições financeiras. Afinal, quando o cliente tem uma pontuação muito baixa, o banco pode não liberar o crédito imobiliário.

Como o score é estabelecido em uma escala de 0 a 1000 pontos, o ideal para conseguir o financiamento é atingir no mínimo 700 pontos. Dessa forma, você demonstra que o nível de inadimplência é baixo e eleva a credibilidade com as instituições financeiras.

Quais os documentos necessários para o financiamento?

O processo de financiamento imobiliário exige que a pessoa apresente diversos documentos pessoais e financeiros. Esses itens são indispensáveis para que a instituição e imobiliária entendam o perfil do cliente e encontrem as devidas soluções.

Assim, os documentos necessários para um financiamento são os seguintes:

  • Documento de identidade;
  • CPF;
  • Comprovante de estado civil;
  • Comprovante de endereço;
  • Certidão negativa de débitos federais;
  • Extrato FGTS;
  • Comprovante de renda.

Como você pode notar, entender sobre o financiamento imobiliário e como funciona é essencial para realizar os seus objetivos. Portanto, analise o mercado e escolha as melhores opções para ter um plano adequado e conseguir a casa própria.

Gostou de saber mais sobre o financiamento imobiliário e como funciona? Se deseja conhecer a melhor solução do mercado para financiar sua casa, não perca tempo! Acesse agora mesmo o CredHome e faça uma simulação do financiamento!

Cadastre-se
para receber
conteúdo
exclusivo

Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Ops! Captcha inválido, por favor verifique se o captcha está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.