apartamento seguro

Será que o apartamento é seguro? Saiba como identificar!

Um dos atrativos para morar em um prédio em vez de uma casa é o maior apoio de manutenção e segurança. A maior dificuldade de acesso e possibilidade de vigilância são um grande alívio para quem se preocupa com o risco de criminalidade ou violência. Porém, há outros fatores a serem levados em conta quando se pensa em ter um apartamento seguro.

Vários aspectos internos ao condomínio e ao apartamento também garantem sua segurança. Não apenas com relação a crimes, mas com outros riscos ambientais. Antes de assinar um contrato de locação ou compra, seja em uma unidade térrea ou em cobertura, é importante fazer essa verificação, tanto por conta própria quanto com a ajuda de um profissional.

Para ajudar com isso, trouxemos aqui algumas perguntas que você deve fazer durante sua pesquisa e nas primeiras visitas para garantir que é um apartamento seguro. Confira.

Os elevadores estão em bom estado?

Uma das primeiras coisas que você vai notar num prédio, antes mesmo do apartamento, é o estado de conservação dos elevadores. Como eles são usados diversas vezes todos os dias, é importante que haja uma manutenção regular em sua estrutura. Se eles estiverem muito enferrujados ou se houver sinais de mau funcionamento, então você deve redobrar sua atenção.

Há saídas de incêndio no prédio?

Mesmo com toda a prevenção possível, o risco de incêndio é sempre algo real. E, quando algo assim ocorre, é importante que você tenha um apartamento seguro. Um dos pontos mais importantes para isso é a existência de saídas de incêndio, com escadas bem iluminadas e portas que bloqueiam o fogo e a fumaça. Sem isso, o risco de vida é muito mais alto.

A fiação elétrica está em dia?

Uma causa comum de incêndios em edifícios é a fiação em mau estado de conservação. Se a rede elétrica do seu apartamento não está bem arrumada ou os fios já estão desgastados, isso pode gerar problemas em seus eletrodomésticos ou mesmo causar acidentes. Quando esse problema é pequeno, você pode cobrir os custos da manutenção e pedir um desconto, mas se for algo muito amplo, então não vale tanto o investimento.

Há muitas infiltrações ou vazamentos?

Infiltrações são um sinal de problemas no encanamento, especialmente em apartamentos mais antigos. Além de prejudicarem a estrutura da parede e a pintura, a umidade também é muito prejudicial para a sua saúde, podendo levar à proliferação de fungos no apartamento. Se você encontrar muitas dessas, então esse dificilmente é um apartamento seguro.

Há rachaduras que indicam desgaste?

Por fim, mas não menos importante, existe a possibilidade de a própria estrutura do apartamento estar muito desgastada, com várias rachaduras e buracos. Em casos extremos, isso pode representar um risco de desabamento, mas mesmo rachaduras pequenas aumentam os riscos de infiltração, acúmulo de sujeira e dificultam certas obras.

Com essas questões em mente, você já está melhor equipado para ver se está visitando um apartamento seguro. E, caso os problemas sejam pequenos, ao alugar ou comprar, você pode negociar para resolvê-los assim que se mudar.

Quer ver um pouco mais sobre como manter um apartamento seguro? Então veja aqui nosso artigo sobre segurança para condomínios agora mesmo.

Cadastre-se para receber conteúdo exclusivo

Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Ops! Captcha inválido, por favor verifique se o captcha está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.